Voce já se perguntou porque a cada ano que passa, os preços de produtos e serviços geralmente aumentam? Isso pode ser explicado pelos efeitos da inflação.

A inflação é basicamente uma métrica usada para medir o quanto o preço médio de um conjunto de produtos e serviços aumentou durante um certo periodo de tempo. Então, basicamente, o seu aumento representa uma redução no poder de compra do consumidor.

Em outras palavras, por causa do jeito que a inflação funciona, $100 hoje não é a mesma coisa que $100 de dez anos atrás. Isso é facil de perceber quando olhamos para os preços dos produtos do nosso dia a dia durante aqueles anos.

Um exemplo seriam os próprios parques da Disney, em Orlando, na Flórida, onde um ingresso custava $46 em 2000, e hoje já custa mais de $125. Deste modo, o dinheiro que fica guardado no Banco ou embaixo do colchão tem o seu valor diminuído a cada ano que passa.

Quando o assunto é se proteger contra a inflação, os investimentos não são avaliados da mesma forma. Embora certos investimentos possam parecer promissores, a realidade é bem diferente quando a inflação é levada em consideração e o que você pensou que geraria lucro pode até acabar gerando prejuízo.

Neste entendimento, o gráfico abaixo compara o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) no período de 1999 até 2017. Se você investiu no CDI durante aquele período você teve ganhos acima da inflação.

Porém, a inflação muitas vezes terá corroído boa parte dos seus ganhos. Se olharmos o ano de 2013 por exemplo, o CDI rendeu 8.06% e a inflação medida pelo IPCA foi de 5.91%. Portanto, o seu retorno real neste ano teria sido somente de 2.15%.

[ipt_fsqm_form id=”8″]

Um dos principais ativos que são considerados como ótimos “hedges” contra a inflação são os imóveis. No mundo do mercado financeiro o termo “hedge” é usado para se referir a proteção, sendo muitas vezes um investimento que serve para compensar potenciais perdas.

Um ativo é considerado um hedge contra a inflação se ele fornece um certo grau de proteção contra um aumento no nível geral de preços de bens e serviços em uma economia durante um período de tempo. É por esse motivo que investir em imóveis é considerado um hedge contra a inflação, já que os valores das casas e aluguéis normalmente aumentam durante períodos inflacionários.

Se olharmos para os EUA, veremos como os preços dos imóveis se comportaram nos últimos anos, em comparação com a inflação, pois vamos conseguir ver o efeito do hedge que mencionamos acima.

O gráfico abaixo mostra uma comparação da valorização das casas nos EUA (em vermelho) com a taxa de inflação (em cinza) durante o período de 1965 a 2016. Observando esse gráfico podemos ver a proteção que os investimentos em imóveis nos EUA proporcionaram, durante aquele período.

Durante os anos, vários estudos foram feitos com o objetivo de realmente observar o potencial do setor imobiliário como um hedge contra a inflação. Um estudo feito por Markus Demary e Michel Voigtländer chamado “The Inflation Hedging Properties of Real Estate: A Comparison Between Direct Investments And Equity Returns” se propôs analisar as propriedades de real estate como um hedge contra a inflação.

Eles fizeram uma análise de regressão, onde dividiram real estate em três tipos: residencial, varejo e escritório. E com isso, chegaram à conclusão de que um investimento direto em propriedade residencial é o que oferece a maior proteção contra a inflação.

Eles acreditam que o motivo disso é pelo fato de os donos de casas residenciais terem poder de mercado, e portanto, possam facilmente otimizar os pagamentos de aluguel.

[mpc_callout preset="mpc_preset_19" layout="style_4" title_font_preset="mpc_preset_17" title_font_color="#d49ab0" title_font_size="26" title_font_line_height="1" title_font_transform="uppercase" title_font_align="left" title="Calculadora de rentabilidade" title_margin_divider="true" title_margin_css="margin-top:0px;margin-bottom:5px;" content_width="100" content_font_preset="mpc_preset_44" content_font_color="#b2b2b2" content_font_size="17" content_font_line_height="1" content_font_align="left" content_margin_divider="true" content_margin_css="margin-bottom:0px;" icon="eti eti_calculator_alt" icon_color="#d49ab0" icon_size="45" icon_background_color="#ededed" icon_border_css="border-radius:99px;" icon_padding_css="padding:15px;" icon_margin_divider="true" border_css="border-width:6px;border-color:#d49ab0;border-style:double;border-radius:10px;" padding_divider="true" padding_css="padding-top:30px;padding-right:40px;padding-bottom:30px;padding-left:40px;" mpc_button__url="url:https%3A%2F%2Fwww.thefloridalounge.com%2Fcomo-calcular-a-rentabilidade-de-uma-vacation-home%2F|title:Como%20Calcular%20a%20Rentabilidade%20de%20uma%20Casa%20de%20F%C3%A9rias||" mpc_button__font_preset="mpc_preset_20" mpc_button__font_color="#717171" mpc_button__font_size="16" mpc_button__font_transform="uppercase" mpc_button__title="Simule aqui" mpc_button__background_color="#ededed" mpc_button__border_css="border-radius:0px;" mpc_button__padding_divider="true" mpc_button__padding_css="padding-top:12px;padding-right:30px;padding-bottom:12px;padding-left:30px;" mpc_button__margin_divider="true" mpc_button__margin_css="margin-right:40px;" mpc_button__hover_font_color="#d49ab0" mpc_button__hover_background_color="#f7f7f7" mpc_button__hover_background_effect="slide-top" mpc_button__mpc_tooltip__border_divider="true" mpc_button__mpc_tooltip__padding_divider="true" mpc_divider__disable="true" mpc_divider__preset="mpc_preset_2" mpc_divider__width="10" mpc_divider__lines_color="#f7f7f7" mpc_divider__lines_weight="2" mpc_divider__margin_divider="true" mpc_divider__margin_css="margin-bottom:-10px;"]Simule a rentabilidade de uma Vacation Home de forma personalizada para sua necessidade. [/mpc_callout]

Além deste, muitos outros estudos já foram feitos para testar essa hipótese. Por exemplo, os imóveis residenciais e comerciais tiveram um desempenho favorável como propriedades de proteção contra inflação nas economias desenvolvidas, como os EUA (Ex.: in Fama &  Schwert, 1977; Peyton, 2011) e em economias em desenvolvimento como a Nigéria (Ex.: Bello, 2005, Ogunba Obiyomi & Dugeri, 2013).

Da mesma forma, o setor imobiliário foi visto como um bom hedge na Austrialia (Leung, 2010) e na Coréia (Park & ​​Bangs, 2012).

Além de ser um hedge contra a inflação, as características fundamentais de investimento imobiliário incluem altos rendimentos em caixa e baixas correlações com ações e títulos. Os principais argumentos para incluir imóveis incluem o seguinte: portfólio de mercado, diversificação, alto rendimento, desempenho de longo prazo atrativo e potencial cobertura de inflação.

[mpc_alert icon_color="#ffffff" icon_size="30" font_color="#ffffff" background_color="#9027a3"][/mpc_alert]
[mpc_textblock content_width="100"]

Tenho outras dúvidas! Com quem falar?

Em todos esses casos, o The Florida Lounge pode te ajudar a entender os impactos de eventos como esse no mercado de imóveis na Flórida! Nossos agentes de relacionamento em expertise no investimento imobiliário de brasileiros no estado da Flórida e podem acompanhar todo o processo de aquisição da sua casa dos sonhos, auxiliando nas questões de visto, conta bancária, envio de remessas de valores e muito mais. [/mpc_textblock][mpc_button mpc_tooltip__text="SW52aXN0YSUyMG5vJTIwc2VjdG9yJTBBaW1vYmlsaWFyaW8lMjBuYSUyMEZsb3JpZGE="]
[mpc_button url="url:https%3A%2F%2Fthefloridalounge.com%2Fcontact%2F||target:%20_blank|" font_color="#ffffff" title="Invista no setor imobiliario na Florida"]

Gostou do artigo? Fique de olho no nosso blog! Querendo morar ou investir em imóveis na Flórida? Veja a lista de casas a venda na Flórida que selecionamos para você!