Conheça os nomes Americanos de remédios comuns no Brasil

Certamente, enquanto estiver realizando uma viagem ao exterior, em algum momento você terá a necessidade de comprar algum tipo de medicamento.

Suas chances aumentam consideravelmente quando estiver viajando com crianças ou idosos.

Porém, países estrangeiros dão diferentes nomes aos remédios conhecidos por aqui. Muitas pessoas encontram dificuldades na hora da compra por não saber os nomes dos remédios nos Estados Unidos.

Para te auxiliar nessa tarefa, listamos nesse artigo alguns dos medicamentos mais comuns, e seus respectivos nomes nos EUA, que você pode precisar a qualquer momento.

Além disso, veja também algumas dicas de como planejar sua viagem e como comprar remédios em uma emergência nas terras americanas.

Qual o nome daquele remédio mesmo?

Quem frequentemente viaja a outros países, principalmente aos Estados Unidos, sabe que alguns medicamentos possuem a mesma nomenclatura daqueles usados no Brasil.

Mas, muitos outros remédios possuem formulas e nomes muito diferentes, porém o mesmo princípio ativo. Separamos abaixo uma lista dos principais remédios para solucionar diferentes sintomas e necessidades:

Floratil

O equivalente ao Floratil nas terras americanas é o Culturelle;

Chamado de Paracetamol em português, pode ser achado como Paracetamol ou Acetaminophen em inglês. Tylenol é mais um dos nomes iguais aos do Brasil;

Conhecido como Ibuprofeno em português, é chamado de Ibuprofen em inglês. Você também pode procurar por Motrin ou Advil;

Remédios para sinusite

Entre as opções estão o Celestamine, chamado de Dexchlorpheniramine maleate. Também é possível optar pelo o Hixizine, chamado de Hydroxyzine ou o Allegra (cloridrato de fexofenadina);

Dimenidrinato em português, Dimenhydrinate em inglês, pode ser encontrado pelo nome Dramamine;

Pomadas para coceira

Hydrocortisone cream 1%, pode ser encontrada em qualquer farmácia;

Celestamine, é conhecido como Dexchlorpheniramine maleate;

Filtro Solar

Qualquer farmácia possui marcas conhecidas dos brasileiros, além de marcas próprias do mercado;

Repelentes

Assim como no caso dos filtros solares, as farmácias oferecem marcas conhecidas aqui no Brasil.

Pomada para dores musculares

Bengay é uma das mais utilizadas para solucionar esse problema. Além disso, a Icy Hot ou o Cataflan Gel também podem te ajudar;

Remédio para ouvido

Similasan é o principal remédio nesse quesito.

Soro para hidratação

Você pode fazer o soro caseiro ou comprar Pedialyte;

Vicky e soluções para problemas respiratórios

O remédio mais comum para esse problema é o Dayquil Alergy Liquid;

Luftal

É chamado de Simeticona em português e Simethicone em inglês. Pode ser encontrado também como Mylicon ou Little Tummys. Uma outra opção muito elogiada é o gas-x;

Entre as opções estão o Delsym, o Benylin ou o Robitussin (Dextromethorphan);

Merthiolate

O medicamento não é encontrado líquido como aqui no Brasil e sim uma pomada. Neosporin solucionará o seu problema (bacitracin, neomycin, and polymyxin B);

Creme para assaduras

As principais opções são o Desitin e o A+D;

Viajar para o exterior com remédios

Muitos viajantes devem carregar seus medicamentos além das fronteiras internacionais para tratar problemas de saúde crônicos ou graves.

No entanto, cada país tem suas próprias diretrizes sobre quais medicamentos são legais, além de regras para quantidade e transporte.

Os medicamentos comumente prescritos, ou disponíveis sem receita no Brasil, podem ser categorizados como substâncias não licenciadas ou controladas nos EUA ou em outros países.

Por exemplo, no Japão, alguns inaladores e certos medicamentos para alergia e sinusite são ilegais. Além disso, os Emirados Árabes Unidos (Emirados Árabes Unidos) têm leis rígidas de narcóticos que colocaram muitos viajantes na prisão.

Embora as regras variem de país para país, pode haver sérias consequências se você violar as leis do país que está visitando.

Essas consequências podem variar desde o confisco (remoção) de seu medicamento, o que poderia prejudicar seu tratamento médico, a penalidades severas, incluindo prisão por tráfico de drogas.

Para evitar problemas relacionados à medicina durante sua viagem, siga estas dicas.

Comprando remédios no seu destino

Não deixe para comprar remédios de uso diário no seu destino. Eles podem não estar disponíveis e, se estiverem, podem não atender aos padrões de qualidade e possuir diferentes formulas.

Esse não é o caso dos EUA, mas em muitos países em desenvolvimento, os medicamentos falsificados são um grande problema. Então fique atento a veracidade do produto, caso esteja viajando para outro destino.

Se você precisar comprar medicamentos durante a viagem em caso de emergência, existem maneiras de reduzir suas chances de comprar medicamentos falsificados ou com princípios ativos que possam fazer mal a sua saúde:

  • Contate a embaixada ou consulado mais próximo. Eles devem ser capazes de colocá-lo em contato com médicos e farmácias que podem ajudá-lo a encontrar medicamentos confiáveis ​​e de qualidade.
  • Compre medicamentos apenas em farmácias licenciadas e obtenha um recibo de compra. Não compre medicamentos em mercados abertos ou pequenos revendedores.
  • Pergunte ao farmacêutico se o medicamento tem o mesmo princípio ativo que você estava tomando no Brasil.
  • Certifique-se de que o medicamento esteja em sua embalagem original.
  • Observe atentamente a embalagem. Às vezes, impressões de baixa qualidade ou embalagens com aparência estranha indicam um produto falsificado.

Novalgina

A dipirona não é vendida nos Estados Unidos (por aqui ela é proibida) e consequentemente não encontraremos por aqui a nossa famosa Novalgina, no inicio para mim foi bastante dificil me acostumar, mas hoje já não sinto falta e os substitutos Advil (iboprofeno)  e Tylenol (parecetanol) funcionam muito bem (pelo menos comigo)[/mpc_callout]

Planejando uma viagem de longo prazo

Marque uma consulta com um especialista em medicina de viagem ou com seu médico para obter as vacinas e medicamentos necessários pelo menos 4 a 6 semanas antes de partir.

  • Se você planeja ficar fora por mais de 30 dias, converse com seu médico sobre como você pode obter medicamentos suficientes para sua viagem. Às vezes, as seguradoras pagam apenas um suprimento de 30 dias de cada vez.
  • Pergunte ao seu médico sobre quaisquer mudanças na ingestão do seu medicamento quando estiver em um fuso horário diferente. Os medicamentos devem ser tomados de acordo com a hora desde a sua última dose, não a hora local do dia.
  • Pergunte como armazenar medicamentos com segurança e verifique se precisa de refrigeração. Lembre-se de que as temperaturas extremas podem reduzir a eficácia de muitos medicamentos.

Organizando o transporte e condicionamento

Faça uma mala inteligente e coloque seus remédios na bagagem de mão. Você não vai querer ficar sem eles se perder sua mala!

  • Traga remédios suficientes para toda a viagem, além de um pouco mais em caso de atrasos.
  • Mantenha os medicamentos em suas embalagens originais e rotuladas. Certifique-se de que eles estejam claramente identificados com o nome completo do seu passaporte, nome do médico, nome genérico e comercial e dosagem exata.
  • Traga cópias de todas as receitas, incluindo os nomes genéricos dos medicamentos.
  • Deixe uma cópia de suas receitas em casa com um amigo ou parente, caso você perca sua cópia ou precise de uma recarga de emergência.
  • Embale uma nota em papel timbrado do médico (de preferência traduzida para o idioma de seu destino) para substâncias controladas, como CDB, e medicamentos injetáveis, como insulina.

Levando seus próprios remédios essenciais

Verifique com a embaixada estrangeira do país que você estará visitando ou de passagem para ter certeza de que seus medicamentos são permitidos naquele país.

  • Esteja ciente de que muitos países permitem apenas o fornecimento de determinados medicamentos para 30 dias e exigem que o viajante leve uma receita ou um atestado médico.
  • Se o seu medicamento for proibido em seu destino, converse com seu médico sobre uma solução alternativa e peça a seu médico que escreva uma carta descrevendo sua condição e o plano de tratamento.

Considerações e dicas finais

Se você está indo para o exterior, ou fazendo uma viagem longa, é vital para sua saúde conhecer as regras sobre como viajar com remédios, quais são as restrições do país e como comprá-los caso haja necessidade.

Milhões de brasileiros dependem de medicamentos e, com a globalização das viagens, o acesso a medicamentos prescritos é ainda mais crucial.

Mais importante, planeje com antecedência

Planeje com antecedência, especialmente se você estiver mudando de fuso horário e precisar tomar remédios em uma determinada hora do dia.

Faça um itinerário médico paralelo ao seu itinerário de viagem do dia-a-dia. Planeje as cidades mais próximas onde você estará e identifique os melhores fornecedores para você com base em suas necessidades médicas específicas.

Não deixe que seja um exercício de simulação de incêndio quando chegar lá. Faça sua lição de casa, isso pode salvar sua viagem – ou até mesmo sua vida.

Considere um seguro de viagem

Muitos fatores influenciam a compra de um seguro de viagem. Quanto tempo você vai viajar? Onde você vai?

Você vai relaxar na praia por uma semana ou realizar atividades de aventura na floresta tropical? Você tem problemas médicos em andamento que podem precisar de cuidados?

Se você precisar de seguro saúde para a sua viagem, o é recomendável explorar suas opções antes de viajar para o exterior para determinar qual política e plano são melhores para você.

Seja estratégico sobre seus medicamentos

Embora você possa querer levar seu frasco pequeno de Advil, esses tipos de medicamentos estão disponíveis em todos os lugares.

Dê prioridade a quaisquer medicamentos que sejam vitais para o seu bem estar ou sobrevivência.

Inaladores para asma, medicamentos para diabetes, medicamentos anticonvulsivantes e medicamentos para pressão arterial são os principais a se ter em mente.

Certifique-se de trazer medicamentos que necessitam de uso diário ou geram abstinência se você ficar sem eles.

Gostou do artigo? Fique de olho no nosso blog! Querendo morar ou investir em imóveis na Flórida? Veja a lista de casas a venda na Flórida que selecionamos para você!